terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Lasciate ogni speranza

Até hoje esperei um milagre.
Contudo, atravessar este portal
deixou-me um gosto acre
e a esperança (qual?),
me despi dela.

Parece-me que a nudez da ilusão
é mais pesada.
Os ombros envergados,
as lágrimas represadas
e a trave na língua.

Só.
Sigo a solidão que é não precisar.