sexta-feira, 14 de dezembro de 2007


Parece-me que é preciso.
É preciso não perder o crepúsculo.
É preciso assistir ao crepúsculo de olhos bem abertos,
sentar-se junto a uma árvore
e ouvir-lhe as confissões enquanto anoitece..
É preciso sentir o cheiro das seis horas,
o melancólico cheiro da noite que se chega.

Aconteceu que uma vez permaneci horas contemplando o firme azul do céu vespertino...
cerrei os olhos.
quando dei por mim, era noite e eu havia perdido algo.

Como suportar o breu do meio-tempo,
do meio-termo,
do meio-beijo?
De(quase)certo, o belo azul há de voltar.
Contudo, a noite que se chega pode ser a última,
pode ser a para sempre,
pode ser a para nunca...
e vai que ela me encanta.

Parece-me que é preciso ainda mais.
É preciso não se perder no crepúsculo.
É preciso estar só no meio da sanidade
e sã, em meio à solidão.
Melancólica, firme, só e sã,
pois a noite que se chega,
ela pode ser a última.

8 comentários:

Rodrigo disse...

Espero que tenha céu azul amanhã... não estou em sã consciência hoje...

E também porque, lógico, minha vida não estará completa antes de te conhecer pessoalmente ;)

Hilário Ferreira disse...

Ela também tem um depósito para as palavras...
E as palavras têm versos...
E a cabeça tem cachinhos...
E o isso não tem nada a ver...

Thiago César disse...

e eh preciso fazer isso tudo sozinho.

LazUli disse...

nossa que linda poesia *-*
você que escreveuuu?
ameiiiiiiii!

legal seu blog, visitarei mais vezes ^^

=********

Marden disse...

Linda,

faz um bom tempo que prometi publicar um comentário neh? Agora o estou fazendo... Porque a noite dura pouco, porque o trem já está de partida, porque o sorvete já virou um melaço só, porque a liquidação começou, porque era =] e, passou tempo, fiquei =[, porque é dia do índio, porque as geleiras estão derretendo, porque as flores murchão, sabia? Não são todos que conseguem ter acessos esquizo como eu... daqueles em q se vive 1hora em 1 segundo...

bjos
Porque chuchu não é laranja.
xero nos caxos

Hilário Ferreira disse...

O próximo post vem quando completar um mês?
Ou alguns anos?
(vem dia 14 ou dia 12?)

Thais disse...

É preciso estar só no meio da sanidade... Hum! ... faz sentido
Josy, estou orgulhosa pelas poesias!
Beijos...

Satã disse...

Excelente Josy! noites encantadoras surpreendem... e sempre são melancólicas.