terça-feira, 2 de outubro de 2007

Durante meus ritos de passagem
estava em meio a flores tóxicas
e, passado o passado,
chega, como presente,
para a mulher antiga que sou,
o amor antigo que és.

Amor, vem por palavras,
sê testemunha das minhas
e eu me irei por todos os meios
para me findar em ti.

Um comentário:

Rodrigocaem disse...

Meu amor não pode lhe ir como palavras pois ele ainda é reticências

E para entender reticências, você precisa ler nossa história e imaginar nosso futuro.