sábado, 9 de setembro de 2006

A cada choro há sempre a esperança de que através dos meus olhos saia algo mais que lágrimas.
Sangue talvez.
Talvez acompanhado de todo o fel que há em minh'alma.
Mas não.
Vejo... são só lágrimas.
A cada dia há sempre a esperança que algo me faça acreditar que minha vida deva se prolongar até o dia seguinte.
Mas não.
É um dia, só mais um.
E prossigo na esperança de encontrar algo que me motive a prosseguir.
Cada pessoa, um continente.
Cada novo amor, a esperança da lendária e proibida fundição.
E amo, com a esperança de um dia ter a quem amar.
Um dia.
Cada dia.

segunda-feira, 4 de setembro de 2006

Estou ao sol.


Em meus longos períodos de sombra, gastava horas a pensar em como seria quando o sol chegasse e me punha a imaginar tantas coisas cheias de luz e calor, sem saber que o sol é tão maior que não cabe na minha imaginação, nem em meus sonhos, nem em meu mundo.


Estou ao sol.


Mas ainda não abri os olhos.


O porquê eu não sei (ou talvez não saiba ou não queira me contar)...


Talvez não saiba abrir os olhos.


Talvez não queira.


Dizem que é perigoso. Dizem que posso perder a visão. Contudo, de que me adianta poder ver, se não poso ver o que mais desejo?


Estou ao sol.


E se, nesse instante, me aparecesse o impulso repentino necessário e eu abrisse, então, os olhos. Lentamente os pensamentos cheios de luz e calor desapareceriam. Não precisaria mais de idealizações. O que está em frente a meus olhos é maior do que qualquer uma delas.


Todavia, meus olhos estão cerrados.


Ainda.


Estou ao sol.


Cada célula de meu corpo parece captar a energia transmitida.


Cada recanto da minha mente, desde os mais expostos até os mais obscuros, percebem sua presença tão próxima.


Estou ao sol.


E não sei mais o que falar ou pensar... Não adianta... É sempre tão inútil... tão insuficiente.


Posso me expor, em parte, mas parece que jamais conseguirei transpor a barreira de minhas grades, minhas pálpebras.


Mas sei que faria de tudo para conseguir, mesmo que, para tanto, perdesse a visão...


...


Como abrir os olhos e deixar a luz entrar?