domingo, 20 de agosto de 2006

Moço...
Moço.
Olha que eu me mato te matando.

Moço, moço...
Olha que esses olhos me matam
Olha que esses olhos me cegam do resto do mundo...

Oh, moço...
Olha que eu me aproximo
Olha que eu me apaixono
Olha que o tempo se perde
Olha que a vida se ganha
Olha que a minha perna treme
Olha que eu durmo nesse colo
Olha que eu me perco nesses braços.

Moço, moço!
Cuidado...
Olha que eu te beijo
Olha que eu te agarro
Olha que eu te roubo...

Moço, moço...
Olha que eu não aviso mais o que vou fazer...

Nenhum comentário: